Pássaro

Um tocador de violão não pode cantar, prosseguir, quando lhe acusam de estar mentindo.
Quer virar pássaro e voar no ar, no ar.
Quer virar pássaro e sumir…
— Sá & Guarabira, Pássaro

Sou fã dO Terço (a banda, não o do Rosário que minha avó trasmontana me ensinou a rezar) desde que o conheci.
Ouvir o Casa Encantada e o Criaturas da Noite, primeiros dois álbuns que comprei deles, foi chocante: primeira banda brasileira que vi criar tamanho ambiente com composições próprias e um som muito original.

Mas Casa Encantada termina com uma música que não é deles. É Pássaro de Sá & Guarabira. E não adianta torcer o nariz. Essa música, não sei por quê, sempre me fascinou. Talvez pelo contraponto que faz ao som do resto do álbum? Não sei, mas, cada vez que o ouço, me pego cantando-a mentalmente por dias.
E só hoje percebi que sua letra não tem mais que três linhas.
Curioso, será por causa disso mesmo?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s